"Escrever é usar as palavras que se guardaram: se tu falares de mais, já não escreves, porque não te resta nada para dizer." [M.S.T.]

25.1.09

Fim-de-semana mais-que-doce*


A tua mãozinha agarrada à minha. O mar tão perto e tão bravo. A música encantada que tocava no rádio. Os teus olhinhos a fecharem-se, embalados pelo movimento do carro.
O momento foi mais-que-perfeito. Matilde.
E depois apareceu a esplanada onde te (re)encontrei cinco anos depois. E ainda não consigo perceber se valeu a pena ou não. Se sonhar não teria sido mais doce, mais calmo, mais real.

Sem comentários:

Enviar um comentário

.