"Escrever é usar as palavras que se guardaram: se tu falares de mais, já não escreves, porque não te resta nada para dizer." [M.S.T.]

21.1.09

'Se me esqueceres, então que seja num dia de chuva.'


Esquece-me hoje. E deixa-me ser feliz a partir de amanhã.
A tua existência irrita-me. Incomoda-me mais do que a chuva que teima em cair, lá fora.

E hoje até deixei chover em mim. Queria lavar a alma. Arrancar-te daqui de dentro.

Talvez seja eu que te esqueça num dia de chuva. Neste doce dia de chuva.

3 comentários:

.