"Escrever é usar as palavras que se guardaram: se tu falares de mais, já não escreves, porque não te resta nada para dizer." [M.S.T.]

19.2.09


Alma lavada. Começemos de novo. Sabe bem. Muito bem.
Não há promessas por cumprir. O mais estranho é mesmo isso. Nunca mais fizemos juras de amor nem de amizade. Só quando éramos crianças. Lembro-me quando me disseste 'amo-te'. A minha alma quase desmaiou. E o coração?! Éramos tão inocentes. Diziamos as coisas timidamente, mas sem medos. Não havia nada a cobrar. E continua a não haver.
Por isso, hoje, sigo em frente. Ficas para trás? Eu continuo.

1 comentário:

  1. que em tudo haja novos recomeços. e se não pudermos ir acompanhados, que tenhamos a coragem de recomeçar sozinhos.. **

    ResponderEliminar

.