"Escrever é usar as palavras que se guardaram: se tu falares de mais, já não escreves, porque não te resta nada para dizer." [M.S.T.]

24.2.09


Não gosto do Carnaval. Nunca gostei.
Posso parecer ridícula, mas sempre tive medo do Pai Natal e de todos os palhaços.
E hoje, como sempre, dispenso as máscaras e tudo o que o Carnaval significa.
Gosto da simplicidade de um rosto. E hoje a única máscara que usarei é aquela que o sol e a sombra das árvores pintarem no meu corpo.
Afinal, gosto de máscaras. De Luz.

4 comentários:

  1. o unico dia do ano em que podes ser o que nao es nos outros dias e mesmo assim...se a tua cara for uma mascara pintada pela sombra das arvores nao te esqueças que o sol muda de posiçao e aí ver-te-ao,ao natural sem mascara,com um beijo

    ResponderEliminar
  2. tambem eu já tive medo do pai natal. e odeio palhaços :/

    mas gosto do carnaval e de ser outras pessoas.

    ResponderEliminar

.