"Escrever é usar as palavras que se guardaram: se tu falares de mais, já não escreves, porque não te resta nada para dizer." [M.S.T.]

4.11.09

Quisera eu fazer-te uma declaração de amor daquelas mais-que-pirosas. Quisera eu passar todos os segundos do meu dia contigo, a amar-te e a fazer amor contigo. Quisera eu que a vida me respeitasse os sonhos e as vontades e ter-te-ia ao meu lado, para sempre. Quisera eu que isto não tivesse começado com um fim pré-destinado, com datas para deixar de amar e horas para te encontrar. Quisera eu que este amor não fosse clandestino e que fosses capaz de tomar a decisão certa. Quisera eu que esta declaração de amor nunca tivesse sequer existido.

2 comentários:

  1. pura e simplesmente lindo...so nao percebi o porquê de começar algo com fim pre-destinado,com um beijo

    ResponderEliminar
  2. :)

    L I N D O.

    Com a sua licença, vou roubar. Deixando as devidas referências, claro.

    BeijOooOOoOO e força nisso.

    *PerucaMaluka* tb a pensar em terminar com algo previamente condenado em perucadetule@gmail.com

    ResponderEliminar

.