"Escrever é usar as palavras que se guardaram: se tu falares de mais, já não escreves, porque não te resta nada para dizer." [M.S.T.]

6.3.10

:: A miúda que nunca desiste. A miúda.

Percebo que as coisas estão mesmo muito mal quando só vou ao cinema com a minha amiga e com o namorado dela. Percebo que as coisas estão mesmo mal quando as comédias românticas me enojam e deprimem. Percebo que as coisas estão mesmo mal quando só aqueço um crepe de chocolate belga. Percebo que as coisas estão mesmo mal quando anseio desesperadamente que 2013 chegue e que o bilhete só de ida, para o Brasil, esteja na minha mão. Percebo que as coisas estão mesmo mal quando me pedem em casamento e eu não aceito porque não sou capaz de voltar a amar. Percebo que as coisas estão mesmo mal quando ao terceiro dia as compras para o nosso jantar continuam no saco. Percebo que as coisas estão mesmo mal quando 10 anos depois ainda é o teu abraço que desejo. Percebo que as coisas estão mesmo mal quando consigo ser feliz com estas merdas todas. Percebo que ainda gosto de ti porque nunca desisti de nós. Mesmo não acreditando nessa conjugação dupla. Mesmo sendo feliz sozinha.
I'm trying to let you know that I'm better off on my own.

4 comentários:

  1. Adorei... um texto com o qual me identifico.
    Está lindo... bem estruturado, com sentido, toca cá dentro... e é isso que o faz ter alma. As tuas palavras têm alma.
    Continua,
    Beijinho

    Rita

    ResponderEliminar
  2. É mesmo como a Rita disse.. as tuas palavras teem alma! adorei :)

    beijoca

    ResponderEliminar
  3. isso esta mesmo mal...mas se um convite para se ir ao cinema te consola,fica feito...beijo

    ResponderEliminar

.