"Escrever é usar as palavras que se guardaram: se tu falares de mais, já não escreves, porque não te resta nada para dizer." [M.S.T.]

16.4.09


No dia em que te deveria ter beijado e nunca mais te largado, acomodei-me ao sofá e aconcheguei-me ao calor delicado da lareira. Faz frio. Por isso achei, que o calor do teu corpo não seria suficiente. Fiquei aqui. Não fui. Não percorri nenhuma rua da cidade. Não nos cruzamos nem pestanejamos para nos beijarmos com as pálpebras. Baixei os braços. Deixei-os cair. És livre. Como eu. A história acabou. Aqui. Ponto final.

1 comentário:

  1. Se as coisas têm que ter um fim, então que seja no tempo certo.
    Mas desde que fique a certeza que não vale a pena ir lá e dar a mão.
    Fiz-me entender? :D
    MaiorbeijinhoTeresa*

    ResponderEliminar

.